Carcasse.com


Coquetel de Lançamento:
13/03/03, a partir das 18h30
Livraria Cultura - Shopping Villa Lobos
(Avenida das Nações Unidas, 4777)

Pré-encomendas:
Pandemonium Editora - 0xx11 - 4587-9735

É inegável a marcante presença do vampiro na cultura contemporânea. Oriunda do folclore europeu, sua figura adquiriu abrangência e popularidade sem precedentes na atualidade. Hoje, o vampiro habita os espaços mais inusitados: absorvido pela cultura de massa, pode ser encontrado em desenhos animados, histórias em quadrinhos, jogos de interpretação, filmes, novelas televisivas e até mesmo em brinquedos e guloseimas. Resta-nos questionar como se deu o processo pelo qual as sanguessugas acumularam tal fascinação do mundo moderno.

VOIVODE procura explorar as diversas facetas do fenômeno vampírico. Para tanto, respeita acima de tudo o vampirismo como fenômeno situado cultural e historicamente. O vampiro, apesar de suas origens lendárias, arraigadas na cultura popular do Leste Europeu e na própria tradição erudita do Ocidente, denota uma atração e um terror tipicamente modernos diante das ambigüidades da morte e da sexualidade. Mas por que as antigas lendas sobre essa criatura tenebrosa teriam abarcado nossa atenção a ponto de infestar todos os espaços da mídia?Quais são essas lendas?Qual é o papel da literatura e do cinema em sua difusão? Que angústias e prazeres da modernidade seriam expressos através dos mitos vampíricos?

Sem a desmedida ambição de esgotar o tema, os autores buscam refletir a respeito destas questões. Contudo, indo mais além, este projeto editorial também busca oferecer instrumentos para que os leitores possam elaborar um juízo independente a respeito do fenômeno. Com isso em mente, este livro contém um duplo viés. Por um lado introduz, resenha e analisa tópicos e textos relacionados ao tema. Na primeira parte da obra, um conjunto de ensaios enfoca o vampirismo sob uma ampla gama de perspectivas: da antropologia, psicologia, crítica literária, entre outras. Entretanto, esta obra não privilegia apenas estudos, mas também tem como preocupação fundamental apresentar ao público registros de manifestações culturais, fornecendo subsídios para pesquisas vindouras. Neste sentido, as duas seções seguintes incluem documentos históricos (situados entre os séculos XV e XX) e uma vasta seleção de obras de arte (textos literários completos, poemas, quadrinhos, ficção pulp), artefatos culturais que exemplificam o interesse pronunciado pelo assunto a partir do século XVIII. Além disso, a obra nos oferece uma seleção comentada de 100 filmes vampíricos, bem como amplas referências ao vampiro na arte e na literatura brasileira.

O resultado é uma publicação competente do ponto de vista acadêmico, mas que também se preocupa em proporcionar ao leitor horas de leitura prazerosa e (ou) angustiante; de preferência em plena madrugada, ouvindo ao longe os sons dos eternos filhos da noite…


Orlando Ferreira

Mestre em História (Unicamp) e Professor da Universidade Federal de Uberlândia.

 

Se Amor e Morte são irmãos, os Vampiros são os frutos bastardos de sua mescla. Instigados pelas implicações culturais das lendárias sanguessugas, oito autores se dedicaram a pesquisá-las a fundo: da mitologia às sub-culturas urbanas. O resultado é um abrangente panorama do vampirismo, que alia - à produção de material inédito - o resgate de raridades históricas e artísticas. Um farto banquete ao aficionado!

Artigos

• Um Retrato em Mosaico
Marco A.C. Moraes
• Raízes Judaicas do Vampirismo
Shirlei Massapust
• Vampirismo no Vodou Haitiano
Henrique Marques Samÿn
• Vampirismo Luso-Brasileiro
Shirlei Massapust
• Alicerces da Ficção Vampírica
Cid Vale Ferreira
• Drácula e o Duplo
Cid Vale Ferreira
• O Erotismo do Vampiro
Marco A.C. Moraes
• Êxtases Vampíricos da Alma Expressionista
Henrique Marques Samÿn
• “Drácula Sugou Minha Carreira!”
Carlos Primati
• O Vampiro no Cinema Oriental
Carlos Thomaz Albornoz
• Vampirismo Psíquico
Laura Cánepa
• A Atual Sub-Cultura Vampírica
José Octavio Stevaux Galvão

Documentos

• Sobre o Cruel Tirano Voivode Draculya (1488)
Anônimo
• Decisão Final da Corte (1611)
Theodaz Szirmai de Szulyo
• Visum et Repertum (1732)
Johannes Fluchinger
• Lettres Juives (1736)
Marquês d’Argens
• Dissertazione sopra i Vampiri (1744)
Giuseppe Davanzati
• Traité sur les Apparitions… (1746)
Augustin Calmet
• Vampiros e Brucolacos (1753)
Geronymo Feyjoò
• Magia Artificial (1759)
Pedro Norberto de Aucourt e Padilha
• Vampiros (1764)
Voltaire
• Vampiros e Carniçais (1871)
Anônimo
• A Superstição (1877)
Silveiras Nemo
• O Monstro de Dusseldorf (1930)
Anônimo
• Eu Gosto de Interpretar Drácula (1935)
Bela Lugosi

Encartes

• Vultos Sinistros e Sangrias na Poesia Brasileira
Silva Alvarenga, Pethion de Villar etc.
• Octavio e Branca (1849)
João Cardoso de Menezes e Souza
• O Estrangeiro Vampiro (1897)
Gomes Leal
• O Convidado de Drácula (1914)
Bram Stoker
• Como Se Faz uma Estória de Terror (1968)
Lucchetti-Rosso
• Mulher Satânica (1970)
Rubens Francisco Lucchetti
• 100 Filmes de Vampiro
Carlos Primati

proposta do site | sobre a cultura gótica | créditos | contato
1998/2002 © Carcasse.com | comunidade virtual da arte obscura