Mara Corday

3 jan 1930

Umas das mais queridas "Rainhas do Grito" da década de 50, Mara Corday nasceu Marilyn Joan Watts em Santa Mônica, na Califórnia. Começou a vida artística aos 17 anos, como modelo fotográfico e corista, até conseguir papéis em séries de televisão. Estreou no cinema em 1951, aparecendo em filmes de pouca importância. Contratada pela Universal International em 1954, tornou-se estrela das produções de segunda linha do estúdio, como o clássico de horror e ficção Tarântula (1955). Fez ainda The Giant Claw e O Escorpião Negro, ambos em 1957. Neste mesmo ano, casou-se com o ator Richard Long. Na plenitude da forma física e beleza, apareceu como coelhinha da revista Playboy em outubro de 1958. Aposentou-se precocemente para dedicar-se à vida doméstica, cuidando de seus vários filhos. Desde 1974, após a morte do marido, tem se limitado a aparecer em pequenos papéis em filmes do amigo Clint Eastwood (assim como ele fizera antes em Tarântula), como Impacto Fulminante e Um Profissional do Perigo.

por
Carlos Primati
em janeiro 3, 2005 12:00 AM

musica literatura cinema
proposta do site | sobre a cultura gótica | créditos | contato
1998/2002 © Carcasse.com | comunidade virtual da arte obscura