Brasil · 4,10MB · 4:29min
4570 5
Lupercais - Espectros
Para fazer o download deste arquivo, clique aqui
Use o botão direito do mouse e clique em "salvar como".

Cultuadíssima em Brasília, a banda Lupercais surgiu nas cidades-satélites do Distrito Federal em 95 com uma mescla de rock gótico inglês e do dark paulista e brasiliense. Participaram de duas coletâneas: "Atitude Vol. II" e "Violet Carson", além de terem se apresentado em Brasília e São Paulo (em 1997, no Alternative Video Bar), mas o vocalista Sidney Paulino faleceu devido a um aneurisma cerebral e deixou sentidas e sinceras saudades.
Eis a letra:
"A Morte nos abandonou
Em nosso momento mais triste
A quem iremos recorrer
Agora que nossa irmã não mais existe?
Somos andarilhos sem doutrina
Entregues à orfandade
Num mundo onde a luz é (estrela vil????)
E a sombra, realidade

A quem iremos recorrer?
A Morte nos abandonou
É que Deus não nos tem como o filho
E o Demônio não quer nos adotar
A quem iremos recorrer?

Viramos espectros, mortos-vivos
Não podemos em jazigo algum descansar
É que Deus não nos tem como o filho
E o Demônio não quer nos adotar".

Para saber mais sobre a banda, visite: http://www.carcasse.com/sepia/lupercais.htm


Postado por Cid Vale Ferreira em julho 11, 2004 08:07 AM

Sem duvida, pra mim, foi a mais lendária banda nacional, pena que acabaram, letras lindas, enfim, recomendo!


Postado por BauhausFan em outubro 28, 2004 07:44 PM

Se tivessemos que mostrar o que produzimos por aqui na darkmusic em geral sem duvida o Lupercais estaria nesta antologia junto com bandas como Kafka, Cabine C e Elegia.
A sinceridade na musica desses caras é algo louvavel no estilo. Por isso creio que as musicas do Laupercais facielmente aderem-se a memoria como um fundo musical de uma época que nunca existiu ou que somente agora percebemos com mais beleza...


Postado por D.P.Welbert em outubro 30, 2004 03:30 AM

viva 5 generais, viva morffina, viva vultos, viva lupercais


Postado por kelyane silva de mendonça em janeiro 24, 2005 12:16 PM

Dentre as bandas brasileiras, uma das mais verdadeiras, sem caricaturismo barato, com referências explícitas de literatura, mitologia, história, filosofia e cultura. Um som cru, post punk na veia... atitude, consciência e arte!
Figura entre as minhas prediletas.


Postado por Thane Ector em fevereiro 15, 2005 02:27 AM
Todos os arquivos aqui disponíveis foram devidamente autorizados pelos respectivos detentores dos direitos autorais. Contagem de acessos iniciada em junho de 2004.
proposta do site | sobre a cultura gótica | créditos | contato
1998/2002 © Carcasse.com | comunidade virtual da arte obscura